Panteão de Roma

Se havia lugar que estávamos mortinhos por rever nesta viagem de regresso era sem sombra de dúvidas o Panteão de Roma. Não sabemos muito bem explicar o porquê de tal admiração mas cremos que os seus mais de 2000 anos de história diante do nosso olhar não nos tenham deixado indiferentes deste a primeira visita!

Piazza della Rotonda

Localizado no coração de Roma, na charmosa e sempre apinhada de gente Piazza della Rotonda, e bem perto das mais famosas Piazzas de Roma, o Panteão de Roma é a única obra do antigo império romano que chegou intacto aos nossos dias.

Mando construir por Marco Agripa em 25 a.C. (sendo o seu nome original Panteão de Agripa) com a finalidade de ser casa para todos os Deuses,  sendo o verdadeiro significado da palavra panteão, resistiu ao passar dos milénios e ainda nos dias de hoje nos faz questionar a forma como eles fizeram tal obra?!

Ainda sem entrarmos no seu interior já se sente o peso da história, as suas enormes colunas de 15 metros de granito vindo do Egipto escondem que parcialmente a sua majestosa cúpula que consegue impressionar só pela forma como ainda resiste intacto bem lá no topo.

Só depois de passarmos as suas imponentes colunas e da majestosa porta de 7 metros de bronze é que nos deparamos no imenso espaço vazio e circular que nos acolhe. Não era a nossa primeira visita mas a sensação era a mesa, como é gigantesco por dentro!!

E não é para menos, a sua planta circular de 43,2 metros de diâmetro é de tal forma perfeita que caberia uma esfera no seu interior com as mesmas dimensões!! Sabem aquele gesto de olhar para cima e começar a rodar sobre nós próprios na tentativa de contemplar algo imenso? Será essa a maioria da reacção daqueles que visitam o panteão pela primeira vez.

A decoração do seu interior está encarregue dos melhores e mais caros materiais e ao longo dos séculos foram sendo acrescentadas diversas obras de arte que ainda enriqueceram mais o lugar, mas o grande destaque do Panteão está suspenso sobre as nossas cabeças.

A gigantesca cúpula com os mesmos 43,2 metros de diâmetro flutua inexplicavelmente sobre as nossas cabeças, a sua construção é quase como um mistério sabendo que não tem pilares ou base apoio tendo sido a maior cúpula até ao século XV, só isso consegue ainda tirar suspiros de admiração perante esta obra prima da engenharia antiga.

No topo da gigantesca cúpula abre-se o seu famoso óculo de 3m de diâmetro, exposto ao sabor dos elementos. Sendo a única entrada de luz natural ainda lhe era atribuída função religiosa no seu alinhamento com os astros. Devem estar a perguntar-se se não chove dentro do Panteão? Chove sim, mas a engenharia romana estava de tal modo avançada que o chão tem um ligeiro declive que encaminha a água para umas aberturas de escoamento no solo que ainda hoje se podem observar, é só olhar também para o chão (eu sei que não é fácil)

Felizmente o Panteão de Roma sobreviveu ao passar do tempo e da destruição que o catolicismo aos templos pagãos graças ao Papa Bonifácio IV que converteu a casa de todos os Deuses romanos em Igreja de Santa Maria de todos os Santos evitando assim a pilhagem e destruição.

Com o cair da noite Roma fica ainda mais bonita, a cor das luzes e o movimento na rua tornam o Panteão ainda mais maravilhoso que naquela noite de Verão foi brindado com mais um saboroso gelatto italiano e saborear mais um momento com tão espetacular monumento!

Onde fica: Piazza della Rotonda

Quanto custa: Gratuito (fala-se em que vai ser cobrado ingresso mas ainda sem datas ou valores definidos)

Horário:

Segunda a Sábado: das 9h00 às 19h30
Domingos: das 9h00 às 18h00
Feriados: das 9hoo às 13h00
Fechado: 1° de janeiro, 1° de maio e dia 25 de Dezembro

Como chegar: Bem no coração da Roma histórica, não há transportes para o Panteão a nossa dica é deixarem-se perder pelas ruas e descobrir as famosas praças da cidade e mais cedo ou mais tarde irão encontrar o monumento.

2 thoughts on “Panteão de Roma

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Follow

Get the latest posts delivered to your mailbox: